No sufoco, Santos vence o Noroeste

manch-santos.jpg

Peixe chegou a fazer 2 a 0, cedeu o empate, e acabou ganhando com um gol de pênalti

Depois de um começo arrasador, quando abriu uma vantagem de 2 a 0, o Santos, no sufoco, venceu o Noroeste por 3 a 2, neste domingo, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista. Apesar das dificuldades, o Peixe se afastou definitivamente da zona do rebaixamento, pulou para os 17 pontos, e agora ocupa a 12ª colocação. Betão e o artilheiro Kléber Pereira, duas vezes, fizeram os gols santistas. Edno e Leandrinho descontaram.

A vitória santista ajudou o Corinthians, que ganhou do líder Guaratinguetá por 2 a 0, a terminar a 13ª rodada do Paulistão no G-4. Afinal, o Noroeste, que tem 20 pontos, em caso de vitória chegaria aos mesmos 23 pontos do Timão, mas com a vantagem no saldo de gols. Agora, a equipe de Bauru está na oitava colocação.

Na próxima rodada do Campeonato Paulista, o Santos enfrenta o  Mirassol, quinta-feira, às 20h30m, na Vila Belmiro. Já o Noroeste enfrenta o Rio Claro, quarta-feira, às 19h30m, em Rio Claro.

 Jogo empolgante

O Santos iniciou a partida feito um foguete no ataque, encurralou o Noroeste na defesa, e não demorou para abrir o placar. Logo aos três minutos, Betão, de canhota, arriscou um, chute de fora da área. A bola desviou em Bonfim e enganou o goleiro Fabiano: 1 a 0.

Atordoado, o Noroeste se perdeu na saída de bola e não tinha ligação nas jogadas entre o meio-de-campo e ataque. O Santos tirou proveito da instabilidade e ampliou o marcador aos 20 minutos. Molina lançou Kléber Pereira, que invadiu a área e bateu com categoria.

Enquanto o Noroeste só levou perigo nas bolas paradas, o Peixe foi criando e desperdiçando chances para ampliar o placar. Foi assim com Kléber Pereira, que recebeu passe preciso de Sebastian Pinto e perdeu gol incrível aos 26. Entretanto, aos 34, o time de Bauru diminuiu a vantagem no placar. Edylton fez cruzamento perfeito para Edno, de cabeça, balançar a rede de Fábio Costa.

Já no segundo tempo quem começou a partida a mil por hora foi o Noroeste, que adiantou a marcação, dificultou a saída de bola do Santos, e empatou o jogo aos nove minutos. Após rápida cobrança de escanteio, Vandinho  cruzou e Leandrinho, de cabeça, deixou tudo igual.

O Santos voltou a ficar em vantagem no marcador após uma confusão do árbitro Guilherme Cereta de Lima com o auxiliar Edvanio Ferreira Duarte. Aos 13 minutos, após cobrança de escanteio, Bonfim meteu a mão na bola na disputa com Domingos. O juiz, que estava bem colocado, não marcou nada. O auxiliar demorou, mas fez justiça ao anotar a penalidade.

Depois de muita confusão, aos 18 minutos, Kléber Pereira fez a cobrança e marcou o terceiro gol santista. Inconformado, o técnico Márcio Bittencourt ofendeu o árbitro, que o excluiu da partida. Em vantagem, o Peixe tocou a bola e administrou a vitória. O Noroeste perdeu a cabeça e teve dois jogadores expulsos no final: Edylton e Leandrinho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: