Guaratinguetá 0 x 1 Santos

Peixe acaba com a pose do líder Guará

Líder do Paulistão teve um jogador expulso ainda no primeiro tempo. Santos não vacila

Com um jogador a mais ao longo de todo o segundo tempo, o Santos conseguiu vencer o líder Guaratinguetá por 1 a 0, neste domingo, no Estádio Dario Rodrigues Leite, em Guaratinguetá, pela 16ª rodada do Campeonato Paulista. O time da casa perdeu o volante Jackson, expulso no fim do primeiro tempo, foi sufocado na etapa final, e acabou sofrendo um gol aos 40 minutos, através do volante Marcinho Guerreiro.
Mesmo com a derrota, o Guaratinguetá permanece na liderança, com os mesmos 32 pontos do vice-líder Palmeiras, mas com uma vitória a mais (10 a 9). Já o Santos, com 26 pontos, pulou para a sétima colocação, com 26 pontos, e ainda está vivo na luta pela classificação às semifinais.

Na próxima rodada do Campeonato Paulista, a 17ª, o Santos disputa o clássico contra o rival Corinthians, quarta-feira, às 21h45m, na Vila Belmiro. Já o líder Guaratinguetá terá pela frente o Mirassol, quinta-feira, em Mirassol.

Temporal prejudica o jogo

A forte chuva que desabou na cidade de Guaratinguetá justamente no início da partida prejudicou o toque de bola. O gramado do estádio Dario Rodrigues Leite, que já deixa a desejar sem estar encharcado, piorou com várias poças d’água. Mesmo assim, as duas equipes esbanjaram determinação para superar a má qualidade do campo.

O Santos marcou a saída de bola, abriu Renatinho e Wesley pelos lados do campo e deixou Sebastián Pinto dentro da área, onde ele perdeu boa chance de abrir o placar logo aos dois minutos. Com um time mais técnico, com jogadores habilidosos e rápidos como Alessandro, Nenê e Michael, o Guaratinguetá teve dificuldade para partir ao ataque. Tanto que a primeira chance de gol surgiu aos 24 minutos, com chute de Nenê, de fora da área, que Fábio Costa espalmou para escanteio.

A jogada mais polêmica do primeiro tempo aconteceu aos 30 minutos e prejudicou o Santos. Após cobrança de falta de Molina, Carlinhos agarrou Domingos dentro da área, longe da visão do árbitro Milton Etsuo Ballerini. Pênalti, que o juiz não viu, muito menos o auxiliar Emerson Augusto de Carvalho, que teria a obrigação de observar esse tipo de jogada.

O Guará perdeu gol incrível com Nenê, de cabeça, aos 38. Nos acréscimos, aos 46, Jackson, que já recebera o cartão amarelo por colocar a mão na bola, foi expulso merecidamente por cometer falta em Rodrigo Souto. E o time da casa foi para o vestiário com um jogador a menos.

Segundo tempo

Com um jogador a menos, o Guaratinguetá voltou com o zagueiro Thiago Gomes no lugar do atacante Nenê para reforçar o poder de marcação. O Peixe voltou com Vítor Júnior no lugar de Renatinho. E logo no primeiro minuto, Wesley foi lançado por Rodrigo Souto e perdeu um gol incrível.

O Guará respondeu com chute forte de fora da área de Michael, de fora da área, que Fábio Costa espalmou para escanteio, aos três minutos. Com um a mais, o Peixe foi para cima do rival. Molina, também de longa distância, exigiu grande defesa de Fábio. Mas, assim como aconteceu no primeiro tempo, a arbitragem não marcou um pênalti claro, só que dessa vez a favor do time da casa. Domingos impediu com o corpo um drible de Michael, dentro da área, mas o juiz fingiu que não viu.

Na base do tudo-ou-nada, Leão tirou Adoniran, que estava atuando na lateral direita, e colocou em campo o atacante Trípodi. Depois, Tiago Luís entrou na vaga. E o Santos sufocou o Guaratinguetá na defesa e foi desperdiçando um gol atrás do outro.

Marcinho Guerreiro, aos 26, não abriu o placar porque o lateral Alex Silva evitou que a bola entrasse para o fundo da rede. Aos 35, Wesley fez grande jogada individual e chutou forte. Fábio fez grande defesa. De tanto martelar no ataque, o Peixe abriu o placar aos 40, com chute forte de Marcinho Guerreiro, de fora da área.

GUARATINGUETÁ 0 x 1 SANTOS  
Fábio
Alex Silva
Toninho
Carlinhos
Jofferson
(Odair)
Ale
Jackson
Magal
Michel
Alessandro
(Caiuby)
Nenê
(Thiago Gomes)
T: Guilherme Macuglia
Fábio Costa
Adoniran
(Trípodi)
Domingos
Betão
Kléber
Marcinho Guerreiro
Rodrigo Souto
Molina
Wesley
Renatinho
(Vítor Júnior)
Sebastián Pinto
(Tiago Luís)
T: Emerson Leão

Gol: Marcinho Guerreiro, aos 40 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Michael, Alex Silva e Jackson (Guaratinguetá), Trípodi, Rodrigo Souto (3º) e Tiago Luís (Santos)
Cartão vermelho: Jackson (Guaratinguetá)
Árbitro: Milton Etsuo Ballerini
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Marcelino Tomaz de Brito
Data: 23/03/2008
Estádio: Dario Rodrigues Leite, em Guaratinguetá (SP)
Público: 7.977 pagantes
Renda: não divulgada

banner-loja-santos.jpg

.

E A TORCIDA CANTA:

VAI PRA CIMA DELES SANTOS!!
VAI COM DETERMINAÇÃO!
TU QUE ÉS O GLORIOSO!.
VISTO SEU MANTO COM AMOR E EMOÇÃO!!EU VOU CANTAR….
PRO MUNDO INTEIRO!!!
QUE O SANTOS, QUE O SANTOS!
É MEU AMOR PRIMEIRO!!!

É UM SENTIMENTO FORTE
NÃO DÁ PRA EXPLICAR…
SÓ SEI QUE EU TE AMO!
E SEMPRE VOU TE AMAR
FAZ PARTE DA MINHA VIDA!
BATE AQUI NO PEITO!
SANTOS GLORIOSO ALVINEGRO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: