Santos 2 x 0 Cúcuta »

Peixe faz a lição de casa e leva boa vantagem para a Colômbia

Agência/AFP

Lima estréia e comemora o gol que abriu caminho para a boa vitória

Agência

AFP
Estreante da noite, Lima comemora o primeiro gol do Santos na Vila

O Santos fez a lição de casa. Venceu o Cúcuta-COL, por 2 a 0, nesta quinta-feira à noite, na Vila Belmiro, no primeiro confronto pelas oitavas de-final da Taça Libertadores. Com o resultado, o Alvinegro pode viajar um pouco mais tranqüilo para a Colômbia, na próxima semana. Mesmo se perder por 1 a 0 ou qualquer placar por um gol de diferença, o Alvinegro Praiano passa às quartas-de-final.

Estreante mostra seu cartão

Ao contrário do que aconteceu no último jogo contra o Cúcuta, o Santos buscou o jogo pelas laterais, tentando abrir o bloqueio colombiano. O time estrangeiro joga com duas linhas de quatro jogadores marcando implacavelmente pelo meio.

O jeito então era abrir o jogo. Por incrível que pareça, quem fez as melhores jogadas pela ala foi o zagueiro Betão, jogando improvisado na direita. Kléber, que costuma acertar cruzamentos perfeitos pela esquerda, preferiu jogar pelo meio, armando jogadas.

No início, o Peixe conseguiu abrir espaços e a cruzar bolas na área. Mas a zaga do Cúcuta limpava a área. A pressão alvinegra, porém, era tão intensa que os colombianos não resistiram. Aos 18 minutos, Betão cruzou da direita. Kléber Pereira não alcançou, mas Lima estava bem posicionado e empurrou para a rede. O estreante prometeu mostrar seu cartão de visitas e cumpriu.

Após abrir o placar, o time santista continuou em cima, dominando a posse de bola e tentando criar jogadas. No entanto, a partir dos 25 minutos diminuiu o ritmo. A não ser por um chute de Lima, de direita, que passou perto da trave esquerda, o Peixe não criou nenhuma outra chance.

O Cúcuta, por sua vez, chegou pouco. Sempre em jogadas armadas pelo habilidoso Torres. No entanto, a zaga santista esteve atenta, sobretudo na marcação do argentino Urbano, que foi bem vigiado por Marcelo.

Fumaça e vantagem

O Santos começou o segundo tempo dominando, mas aos oito minutos um grupo de torcedores santistas abusou da fumaça provocada por sinalizadores e parou o jogo por cinco minutos. A fumaça era tanta que ficou impossível enxergar o campo.

A paralisação esfriou o time santista, que passou a ser ameaçado. Aos 18, Amarilla avançou pelo meio e deu um toque para tentar encobrir Fábio Costa. O goleiro se esticou todo para fazer uma grande defesa.

Agência

EFE
Betão disputa a bola com Amaril na Vila

Quando os colombianos apertavam, veio a canhota certeira de Molina dar um pouco mais de tranqüilidade ao Peixe. O meia cobrou falta pela direita direto para o gol. Mas essa tranqüilidade durou pouco tempo. Aos 29, Wesley chutou a bola em cima de um adversário, com a jogada parada, e acabou levando um vermelho infantil.

Com um a menos, o Santos passou a ser ainda mais pressionado. O Cúcuta dominava a posse de bola, tentava ora pelo meio, ora pela esquerda, em investidas de Pajoy. Acuado, o Peixe tentava achar espaço para um contra-ataque, mas faltava acertar o passe.

O time colombiano, por sua vez, dava à partida um ritmo mais forte, virava a bola, mas encontrava alguma dificuldade para passar pelos defensores santistas. À medida que o tempo foi passando, o Cúcuta partia para o desespero e errava passes, deixando a zaga alvinegra mais sossegada.


A FICHA DO JOGO

Gols: Lima, aos 18 minutos do primeiro tempo; Molina, aos 25,
Cartões amarelos: Rodrigo Souto, Molina, Kléber Pereira (Santos), Torres (Cúcuta)
Cartões vermelhos: Wesley (Santos)
Árbitro: Marco Rodríguez (México)
Auxiliares: José Camargo (México) e Arturo Velázquez (México)
Data: 1º/5/2008
Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Público: 17.282 pagantes
Renda: R$ 406.720,00

SANTOS 2 x 0 CÚCUTA-COL
Fábio Costa
Betão
Fabão
Marcelo
Kléber
M. Guerreiro (Adriano)
Rodrigo Souto
Molina (R. Tabata)
Wesley
Lima (Trípodi)
Kléber Pereira
T: Emerson Leão
Castellanos
García (Cabrera)
Cordoba
Portocarrero
González
Charles Castro
Zapata
James Castro (Pajoy)
Amarilla (Romero)
Macnelly Torres
Urbano
T.: Pedro Sarmiento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: