Santos rejeita R$ 11,1 milhões por Alan Patrick

Shakhtar Donetsk (UCR) tentou levar a jovem promessa santista de 19 anos

Alan Patrick segue na Vila Belmiro

Os “dias de inferno”, como nomeou o técnico Dorival Júnior o período recente no Santos, em que chegavam propostas por todos os jogadores, ainda não acabaram. Depois de o Alvinegro receber ofertas por André, Wesley (ambos vendidos) e Neymar, foi a vez do meia Alan Patrick ser pretendido por um europeu. De acordo com o empresário do atleta, Bruno Paiva, o Shakhtar Donetsk (UCR) oficializou uma investida de 5 milhões de euros (R$ 11,1 milhões) pelo jogador nesta terça-feira, mas o Peixe recusou o dinheiro.

Segundo o agente, houve uma reunião nesta terça-feira à noite entre ele, o pai do jogador e Fernando Silva, assessor do presidente, Luis Álvaro Ribeiro, e dirigente que normalmente negocia pelo Santos, para discutir sobre a proposta.

– Tivemos uma conversa e o Santos tem uma expectativa muito grande sobre o jogador. Prova disso é que, sem uma sequência de jogos, ele tem uma proposta nesses valores. O Santos acha que não é o momento de negociá-lo e enxerga que com uma sequência de partidas ele será mais valorizado. Nós entendemos o projeto do clube – declarou.

A decisão de manter o jogador no Peixe foi unânime entre o Grupo Guia (Gestão Unificada de Inteligência e Apoio ao Santos), empresários que tomam as decisões do clube junto de Luis Álvaro (o mandatário, por meio de seu assessor pessoal, confirmou a rejeição da proposta).

Além disso, o clube renovou o contrato de Alan Patrick há duas semanas. Com o novo acordo, salário, tempo de contrato e multa rescisória foram reajustados. Agora, o jogador de 19 anos tem vínculo com o Alvinegro até 15 de dezembro de 2014, com uma multa para o exterior de 20 milhões de euros (R$ 44,7 milhões).

– Comentaram comigo (sobre a proposta), é bem recente. Tenho um carinho grande pelo clube e vontade de fazer História aqui – afirmou o meia.

A intenção do Peixe é manter Alan Patrick, cujo os direitos econômicos são divididos entre Santos (50%), DIS (40%) e o próprio atleta (10%), até a Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: