O Clube

O Santos Futebol Clube é um clube brasileiro de futebol, localizado na cidade de Santos, estado de São Paulo.

Foi fundado em 14 de abril de 1912, por iniciativa de três entusiastas do esporte da cidade: Raimundo Marques, Mário Ferraz de Campos e Argemiro de Souza Júnior. O clube ganhou seu primeiro campeonato estadual em 1935, e outra vez vinte anos mais tarde, em 1955.

O clube é conhecido no mundo inteiro por ter revelado o “Atleta do Século” (reconhecido em 1999 pelo COI[1]), Pelé, que começou sua carreira no Santos em 1956, com apenas 16 anos de idade. Na década de 1960, foi a peça principal no maior time de todos os tempos, que obteve várias glórias, entre elas os títulos mundiais de 1962 e 1963.

No dia 20 de janeiro de 1998, o Santos tornou-se o primeiro time na história do futebol a alcançar a marca de 10 mil gols. Em 26 de agosto de 2005, o Santos atingiu a marca de 11 mil gols.[2]

Nome Santos Futebol Clube
Alcunhas Peixe, Santástico, Alvinegro da Vila, Alvinegro Praiano
Mascote Baleia
Fundação 14 de abril de 1912
Estádio Vila Belmiro
Capacidade 20.000
Presidente Marcelo Teixeira
Treinador Émerson Leão
Patrocinador Semp Toshiba
Material Esportivo Umbro
Liga Campeonato Paulista
Campeonato Brasileiro
Divisão 2007 Campeão
Vice-campeão
Divisão 2006 Campeão
4° colocado
Ranking nacional 10º lugar, 1.649 pontos
Website www.santosfc.com.br

História

Foi no início do século XX que a Cidade de Santos começou a realmente ser de grande importância para o Brasil. O porto despontava como um dos maiores do mundo. Por ele, passava a maior parte do café, produto forte na época, exportado pelo país. A vida social do município crescia rápido movida ao dinheiro dos barões do café e de seus negócios milionários com o porto. Em 1912, Santos já era a principal cidade exportadora de café do mundo[3]. Os negócios iam bem e a cidade atraía cada vez mais o dinheiro dos fazendeiros do Interior.

No entanto, na parte esportiva só se praticavam esportes aquáticos, remo principalmente. Pouco se falava em Futebol. Os raros praticantes eram pertencentes a famílias inglesas, que começavam a difundir a idéia do esporte no Brasil.

Foi nessa mesma época que três brasileiros legítimos se apaixonaram pelo esporte bretão. Mário Ferraz, Argemiro de Souza e Raymundo Marques decidiram, no mesmo ano, que a cidade já estava precisando ter um clube de futebol realmente seu, com características que fugissem do estilo inglês e mostrassem a cara do Brasil.

Primeiros anos

Havia menos de 20 anos que o jovem Charles Miller, precursor do futebol no Brasil, havia aportado em Santos com as duas primeiras bolas de futebol utilizadas no Brasil, quando três esportistas santistas resolveram fundar um clube de tal esporte, até então pouco praticado na cidade. A fundação do Santos Futebol Clube deu-se a 14 de Abril de 1912, domingo, por iniciativa de Raymundo Marques, Mário Ferraz de Campos e Argemiro de Souza Júnior, três esportistas da cidade, que convocaram uma assembléia, por volta das 14 horas, na sede do Clube Concórdia, (localizado na Rua do Rosário – atual Avenida João Pessoa), para a criação de um time de futebol. Durante a reunião, foi discutido o nome para a agremiação, dentre as sugestões estavam: Concórdia, Euterpe e Brasil Atlético. Mas os participantes da reunião, por unanimidade, aceitaram a proposta de Edmundo Jorge Araújo: a denominação Santos Foot-ball Clube. O primeiro presidente do clube, eleito na reunião foi Sizino Patusca.

Na mesma reunião foram decididas as cores do clube. O uniforme oficial escolhido era constituído por uma camisa com listras verticais azuis e brancas, separadas por um fio dourado, em homenagem ao Clube Concórdia, local daquela reunião.

Na noite daquela data distante, enquanto nascia o clube, o Titanic afundava nas águas geladas do Oceano Atlântico Norte. Um grande titã mundial substituía o outro. E não haveria data melhor para nascer o clube que dominaria o futebol mundial por muitos anos. Isso porque, em 14 de abril de 1895, portanto 17 anos antes, aconteceu a primeira partida de foot-ball no Brasil, organizada por Charles Miller.

O primeiro jogo-treino[4] foi realizado no dia 23 de junho, contra um combinado chamado Thereza Team. O Alvinegro, até então tricolor, venceu por 2 a 1, com gols marcados por Anacleto Ferramenta da Silva e Geraule Moreira Ribeiro. O primeiro jogo oficial[5] ocorreu apenas em 15 de setembro daquele ano. O Santos FC venceu na estréia o Santos Athletic Club por 3 a 2. O primeiro gol oficial da história do clube foi marcado por Arnaldo Silveira.

Ary Patuska, filho do primeiro presidente do clube, Sizino Patuska, foi o primeiro brasileiro a jogar em um clube estrangeiro[6]. Como era costume naquele tempo, Ary Patuska havia sido mandado por seu pai para estudar na Suíça. Lá, entrou para o Brühl St. Gallen e foi campeão suíço de futebol, chegando até a jogar na seleção helvética. Depois de quatro anos na Europa, retornou ao Santos Futebol Clube. Foi o artilheiro do time em 1915, com 19 gols.

O ataque dos 100 gols

De 1921 a 1926, o Santos Futebol Clube fez campanhas fracas no Campeonato Paulista, mas foi o período necessário para o surgimento da primeira geração do que se tornaria uma tradição no Alvinegro Praiano: descoberta e criação de jovens talentos.

A equipe de jovens garotos que formaria o ataque dos 100 gols, consagrando o Santos FC no cenário nacional, começou a ser gerada em 1923 com a chegada do jovem Araken Patusca, então com 16 anos. Na mesma época entraram para a equipe outros atletas de baixa idade.

Quatro anos após a chegada desses jovens, e com a inclusão de alguns nomes como o do extraordinário artilheiro Feitiço, o Santos FC estreava no Campeonato Paulista aplicando uma goleada, o que se repetiria por diversas vezes na competição. A vítima foi a equipe do Ypiranga, o jogo ficou em 12 a 1, com 7 gols de Araken Patusca. Foi o recorde de gols em uma única partida, só sendo superado 37 anos depois por Pelé.

Durante toda a disputa estadual o clube venceu por placares elásticos, o que resultou em 100 gols pró, média de 6.25 gols por partida. Mas a excelente campanha não foi coroada. No último jogo, quando o Peixe precisava de apenas um empate, foi derrotado pelo Palestra Itália, por 3 a 2, em partida muito conturbada. O Santos FC seria ainda vice-campeão em 1928 e 1929, sempre fazendo muitos gols. Em 1931 foi novamente vice-campeão, mas Araken Patusca não estava mais no clube (retornaria em 1935).

O ataque que entrou para a História como a famosa “linha dos 100 gols” era formado por Siriri, Camarão, Feitiço, Araken Patusca e Evangelista. Essa escalação foi ouvida por décadas, repetidas como um verso popular pelos torcedores de futebol de várias partes do país.

O marco histórico do ataque dos 100 gols foi resultado de um trabalho de características que, mais tarde, valeriam um trecho do hino oficial do clube: “Técnica e Disciplina”.

Os lendários substantivos surgiram após dois confrontos amistosos contra a equipe do Vasco da Gama, onde o Peixe venceu os dois jogos, e foi chamado por jornalistas de o “Campeão da Técnica e da Disciplina”.

Campeão Paulista de 1935

Desde os primeiros anos de existência, o quadro de futebol do Santos FC obteve êxitos memoráveis, tanto em jogos locais como internacionais mas demoraria para conquistar o primeiro título importante, pois bastava superar a estrutura de seus rivais estaduais da Capital, que contavam com grande torcida, força política e financeira.

O inédito título de Campeão Estadual, o mais importante que disputava já que as competições nacionais ainda eram incipientes, aconteceu em 1935, após um declínio dois anos antes, em razão do início do profissionalismo no futebol brasileiro.

A final do Campeonato Paulista de 1935 aconteceu em 17 de novembro, no Parque São Jorge, casa de seu maior rival. O resultado foi 2 a 0 contra o Corinthians, com gols marcados por Raul Cabral Guedes e Araken Patusca. Assim, o Santos FC conquistava seu primeiro Campeonato Paulista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: